O que as pessoas de efeitos visuais que você vê nos créditos realmente fazem

Artigo original do Ian Failes para Polygon.

Se você é um desses membros da audiência que vê todos créditos em um filme da Marvel - e geralmente há todos os motivos para, pegar a cena de pós-créditos - você ter notado os maiores “blocos” de créditos que rolam: os artistas de efeitos visuais.


VFX é, obviamente, um grande componente da produção de blockbusters gigantes. Em Vingadores: Ultimato, por exemplo, apenas cerca de 80 cenas foram intocadas pela equipe de efeitos visuais, de um total de mais de 2500.


Mas quem exatamente são todos esses artistas de efeitos visuais e o que eles fazem? Porque tão poucos deles realmente recebem reconhecimento individual por suas contribuições, o usuário do Twitter DradakVFX tentou levantar quem compõe a longa lista de créditos de efeitos em Vingadores: Ultimato separando o bloco de crédito de artistas e chefes de departamentos de estúdios de VFX Framestore, Industrial Light & Magic e Cinesite, e codificação por cores de cada pessoa em seus respectivos papéis, como texturização e composição para rotoscopia.

Isso ajuda você a entender a amplitude do trabalho que entra em um filme como Ultimato, mas se você for um espectador ocasional, as descrições de trabalho podem não significar muito. Pode parecer óbvio que os artistas de VFX constroem criaturas e personagens em CG e os colocam em cenas, mas há muito mais envolvidos. As cenas geralmente são criadas com substitutos, ou atores em trajes de captura de movimento ou trajes parciais, que precisam ser substituídos ou pintados. Tudo isso é trabalho VFX incrivelmente meticuloso.


É importante lembrar que diferentes estúdios de efeitos visuais têm nomes diferentes para determinadas posições, o que pode ser uma das razões pelas quais os créditos listam tantas pessoas sob os títulos genéricos de “artistas” ou “artistas digitais”. Além disso, o que acaba na lista de créditos é muitas vezes uma questão de negociação. Às vezes nem todos os artistas de VFX que trabalham em um filme são listados, já que pode haver um número máximo permitido para cada estúdio de VFX.


Da mesma forma, todo o trabalho envolvido em trazer efeitos visuais para a vida tende a acontecer simultaneamente, então não há necessariamente uma "ordem" para esses papéis na produção de cenas para um filme, e há certamente outros papéis cruciais de efeitos visuais que podem não ser tocados aqui. Mas, com base no detalhamento do DradakVFX, veja o que você precisa saber para a próxima vez que estiver lendo os nomes, antecipando mais um cena pós-créditos do MCU.


Rotoscoping/Prep (Rotoscopia/Preparação)

Precisa que Tony Stark, de Robert Downey Jr., apareça como se estivesse lutando no mundo alienígena Titan, como fez em Guerra Infinita? Tudo isso começa com uma gravação live-action, muitas vezes contra a tela verde ou apenas um conjunto parcial. Os artistas do Rotoscopia - regularmente apelidados de verdadeiros heróis do VFX pelo meticuloso trabalho envolvido - então têm que cortar Downey Jr. da cena. Isso permite que outras coisas sejam colocadas atrás dele, ou que o ator seja adequadamente integrado em ambientes digitais ou com personagens CG.


Tracking/Matchmove

Assim como a rotoscopia, esse é outro papel na fase “preparação” dos efeitos visuais, e é crucial para filmes com toneladas de imagens de computação gráfica. O que acontece aqui é que um artista de tracking ou matchmove irá rastrear - muitas vezes, quadro a quadro - o movimento da câmera ou um ator gravado ao vivo, veículo ou prop para que ele possa corresponder ao movimento de outros elementos CG. Sem isso, as coisas podem parecer "flutuar" incorretamente em uma cena (ou seja, elas não "acompanham" o movimento de outra coisa).

Modelador

Todos os personagens da CG, criaturas, naves, ambientes e até roupas nos filmes da Marvel precisam ser criados ou modelados. Você pode pensar em modeladores como escultores ou até mesmo em construtores. A modelagem em CG tende a acontecer em softwares 3D especializados, às vezes começando do zero ou da arte conceitual, e às vezes com o auxílio de fotografias de referência e digitalizações em 3D.


Rigging

Uma vez que um modelo CG é feito, ele precisará ter movimento, e isso começa com o trabalho dos riggers. Esses artistas fornecem um esqueleto digital subjacente para dar aos personagens CG o movimento mais realista (ou às vezes deliberadamente irrealista) possível. Eles realmente ficam sob o capô, e muitas vezes precisam ter uma compreensão íntima da anatomia.


Animador

Com um modelo CG riggado em sua posse, os animadores assumem a tarefa de fornecer animação para personagens CG, veículos ou qualquer outra coisa que precise ser movida. Esses artistas podem usar referência do set, captura de movimento ou até mesmo o próprio filme para fazer isso, ou usar uma abordagem de “keyframing”. Isso significa mover o modelo em poses-chave para formar o desempenho final.


Textura

Agora nos movemos para a superfície desses modelos de computação gráfica, como a pele ou a roupa de um personagem, ou a pintura de um navio. Todas essas coisas precisam ser pintadas, que é o trabalho dos artistas de textura, que usam pincéis digitais para fazer exatamente isso. De onde eles tiram essas texturas? Muitas vezes, do mundo real ou de vastas bibliotecas de materiais.


Grooming

Rocket simplesmente não é Rocket, digamos, sem suas características únicas e peludas. Mas simular o cabelo CG ainda é uma das coisas mais difíceis de se fazer nos efeitos visuais, então os artistas trabalham para criar a aparência do cabelo e descobrir como ele deve se comportar. Em muitos casos, existem milhões e milhões de pedaços de cabelo que precisam de atenção.


Creature FX (Efeitos de criatura)

Este é um termo genérico para todos os tipos de peças extras de movimento e simulação que podem ser adicionadas a uma criatura além da modelagem, texturização e rigging. Por exemplo, simulações musculares e de carne subjacentes podem adicionar apenas o tipo certo de oscilação e balançar como Thanos anda ou fala. Simulações de cabelo, pele e roupas também estão sob esse papel.


FX

Explosões! Agua! Magia de super-heróis! Este é o domínio de artistas FX, que reproduzem fenômenos do mundo real ou criam outros tipos de efeitos que precisam de enormes quantidades de partículas ou fluidos. Quando o Doutor Strange dispara seus poderes astrais e místicos, eles tendem a ganhar vida graças à cuidadosa coreografia artística do software complexo de simulação.


Environment/DMP (Ambiente/Pintura Digital)

Antes dos dias de efeitos visuais digitais, os ambientes que não podiam ser filmados de verdade eram frequentemente feitos como pinturas: literalmente, pinturas em vidro. Esse nome - matte painters - ainda é usado para descrever o papel, com o digital matte painting (DMP) [pintura digital] cobrindo o que eles fazem agora com o auxílio de ferramentas digitais. Não mais, no entanto, são ambientes apenas pinturas 2D; muitas vezes, eles são assets 3D complexos ou extensões de fotografia das gravações.


Iluminação

Muitos dos papéis em efeitos visuais são sobre a criação de assets, mas, uma vez que esses assets se movem para cenas reais no filme, eles precisam ser “iluminados”, assim como um diretor de fotografia ilumina um grupo ou um ator. Talvez o Groot precise aparecer na sombra, ou em um ambiente nublado - os iluminadores irão trabalhar em todos os diferentes cenários. Nos efeitos visuais, a iluminação também anda de mãos dadas com a renderização.

Composição

Pense no exemplo de Tony-Stark-no-Titan. O ator precisa ser combinado com um ambiente de fundo, com seu traje Homem de Ferro, com outros personagens e elementos, e com lasers, explosões e todos os tipos de outras camadas de efeitos. Essas camadas são colocadas juntas por compositores, que geralmente estão envolvidos no final do processo para formar as cenas finais, onde também ajustam a iluminação e elementos extras de efeitos. A composição perfeita pode fazer com que uma cena pareça que nenhum efeito visual está realmente envolvido.

gifs do Tumblr: alyssinmymind


Pipeline TD (Diretor técnico de pipeline)

Assim como esses filmes da Marvel se tornaram grandes produções, também os pipelines utilizados pelos estúdios de efeitos visuais para lidar com tantas fotos. Um pipeline TD, ou diretor técnico, é encarregado de ajustar os diferentes conjuntos de ferramentas, conjuntos de códigos, links de comunicação e processos por trás de trazer elementos de VFX de quase nada para sua forma final.



Editorial

Há edição no VFX? Com certeza. Os editores de VFX costumam ser o intermediário entre os estúdios de efeitos visuais e a produção principal, colocando o trabalho em andamento ou as cenas concluídas na edição, movendo as cenas através da instalação e executando análises de cenas. Eles também são regularmente os artistas por trás dos breakdowns dos efeitos visuais que você vê, especialmente durante a temporada de premiações.


Esses são os principais papéis do VFX destacados pelo DradakVFX em suas observações dos créditos de Ultimato codificadas por cor. Da próxima vez que você estiver aproveitando os créditos de um desses filmes, reserve um momento para pensar nas longas horas que esses artistas podem ter sofrido ao trazer seus personagens favoritos para a tela. Certamente leva um exército.

Traduzido de: https://www.polygon.com/2019/5/8/18531405/avengers-endgame-end-credits-visual-effects-artists



  • Facebook
Se inscreva para receber os posts.

©2020 Dama Invisível por anavfx.com